Governo do Distrito Federal
7/04/22 às 9h23 - Atualizado em 7/04/22 às 9h23

Revista vai divulgar trabalhos científicos de estudantes da rede pública

Publicação será semestral e no formato online; primeiro exemplar está previsto para ser divulgado no fim de junho, com os trabalhos dos finalistas do circuito de ciências de 2021

Uma nova revista, de publicação semestral, vai promover a produção de pesquisa e a divulgação de trabalhos de iniciação científica de estudantes e professores da educação básica da rede pública de ensino. A publicação Com Censo Jovem: Iniciação Científica dos Estudantes da Educação Básica foi criada pela Portaria nº 294, publicada no Diário Oficial do DF dessa terça-feira (5).

Nova revista incentiva a elaboração e a divulgação dos trabalhos científicos produzidos pelos estudantes | Foto: Mary Leal/Ascom SEEDF

A revista será publicada no formato online. No primeiro exemplar, previsto para ser divulgado no fim de junho, serão apresentados os trabalhos dos finalistas do circuito de ciências de 2021. “Temos uma comissão para avaliar e revisar estes projetos a serem publicados, além das avaliações do próprio circuito”, pontuou o coordenador da revista, Danilo Luiz Silva Maia.

Ele explicou ainda que nesta primeira edição haverá trabalhos da educação infantil até o ensino médio. “As demais serão focadas nos projetos dos alunos do ensino médio”, completou.

Danilo contou que a ideia surgiu em reuniões da equipe de editores da revista já existente, a “Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal”, composta por professores da rede e formadores da Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape).

“Queremos incentivar a construção e a divulgação científica de trabalhos apresentados por nossos alunos em um periódico próprio para eles”, adiantou. Também participam representantes da Subsecretaria de Educação Básica (Subeb), responsáveis pelo circuito de ciências realizado nas unidades escolares.

O projeto gráfico está em fase de construção. “Tudo será elaborado para que nosso público-alvo tenha interesse e curiosidade em acessar a revista. Queremos algo lúdico, alegre, com cores e que seja divertido. O visual será o nosso foco, sem esquecermos da função pedagógica”, contou Danilo.

Leia a íntegra da Portaria nº 294 

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger