Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/05/21 às 17h57 - Atualizado em 5/05/21 às 18h05

R$ 10 milhões para construir salas de aula em Taguatinga e Samambaia

COMPARTILHAR

Secretaria de Educação faz parceria com Novacap para construir 11 novos blocos em dez escolas das duas regiões administrativas

 

A Secretaria de Educação transferiu R$ 10 milhões para a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), que construirá 11 novos blocos em dez escolas de Taguatinga e Samambaia. A descentralização dos recursos foi oficializada com a publicação de portaria conjunta no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de segunda-feira (3).

 

Equipes visitam a Escola Classe 120 de Samambaia, uma das beneficiadas com os investimentos | Foto: Álvaro Henrique/SEE

“A expansão da estrutura física da rede pública é uma de nossas prioridades e não se resume à construção de novas escolas”, afirma o secretário de Educação, Leandro Cruz. “Os módulos são uma solução eficiente e de baixo custo para atender regiões onde a demanda vem aumentando, aproveitando os espaços existentes nos terrenos das próprias unidades educacionais, o que dará mais conforto aos estudantes e professores.”

 

As instituições beneficiadas são as escolas classe (ECs) 512, 111, 318 e 614 de Samambaia; o Centro de Ensino Fundamental (CEF) 120 de Samambaia; Centro de Educação Infantil (CEI) Águas Claras; ECs 13 e 29 de Taguatinga; Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (Caic) Walter Moura de Taguatinga e Escola Bilíngue de Taguatinga.

 

O presidente da Novacap, Fernando Leite, comemora a participação da estatal na expansão da rede pública de ensino: “Investir em educação é também a prioridade dessa gestão. Vamos trabalhar para executar ações que beneficiem a comunidade escolar e garantam melhor qualidade de vida para a população”.

 

Para ganhar celeridade, as obras de expansão serão executadas em módulos padronizados. Os blocos a serem construídos nessas escolas são dos tipos 1, 3, 4 e 7, que englobam salas de aula, banheiros, área de circulação, pátio descoberto, áreas de convivência e canteiros.

 

*Com informações da Secretaria de Educação

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: CHICO NETO